--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Assinado por: admin - Publicado: 21/07/2016 16:08  Atualizado em: 21/07/2016 16:08                      0 COMENTÁRIO
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

NOTA DE ESCLARECIMENTO ISEC

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Direto da Redação

O Instituto Superior de Educação Continuada – ISEC, informa que desde janeiro do corrente ano não recebe os repasses inerentes ao Termo de Colaboração nº. 001/2015”, conforme cronograma aprovado, relativo ao projeto “PARTICIPAÇÃO POPULAR EM GOVERNANÇA SOLIDÁRIA E ORÇAMENTO PARTICIPATIVO”. Trabalhos realizados:

• Diagnóstico das entidades sociais e das lideranças de movimento de São Luís, envolvendo mais de 100 bairros, e com mais de 3.000 entrevistas realizadas;

• Capacitação no âmbito do orçamento participativo, gestão pública e gestão de entidades sociais, com vistas a empoderar a comunidade de conhecimento para discussão da gestão municipal, bem como melhorar a gestão das entidades sociais de São Luís;

• Rodas de conversa com a comunidade, sendo uma delas um grande evento no teatro da cidade, com o tema “reconstrução do orçamento participativo”, resgatando seu histórico, apresentando seu regimento interno e apresentando propostas de reformulação desta ferramenta de gestão pública;

• Pesquisa de satisfação (Feira do Livro de São Luís);

• Divulgação do programa e das ações nas redes sociais;

• Pesquisas nas comunidades envolvidas para conhecimento e atendimento das necessidades.

Por motivos dos sucessivos atrasos nos repasses financeiros, paralisou-se todos os serviços relativos ao projeto e está esperando um posicionamento da prefeitura municipal de São Luís. Em razão dos atrasos frequentes no repasse das verbas, desde janeiro do corrente ano  vem realizando o desligamento dos funcionários deste projeto, inclusive providenciando o pagamento de todos os direitos trabalhistas e, provavelmente os que providenciaram as denúncias são aqueles que não quiseram aceitar a rescisão do contrato.

O ISEC, informa ainda que jamais deixou de prestar as devidas informações aos órgãos competentes, bem como, para todos os contratados para execução do referido projeto, assim como sempre se colocou a disposição de todos para solucionar o feito da forma mais amistosa possível.”

São Luis – Ma, 20 de julho de 2016

Faça seu Comentário
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Assinado por: admin - Publicado: 13/07/2016 09:21  Atualizado em: 13/07/2016 09:21                      0 COMENTÁRIO
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

É MOLE: Dilma cria blog do Alvorada e lista ações dos 60 dias do governo Temer

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Direto da Redação

A presidente afastada Dilma Rousseff anunciou nesta terça-feira a criação de um “blog do Alvorada”, no qual, segundo a petista, irá expor as fragilidades do governo em exercício Michel Temer e destacar as atividades “contra o golpe”. “O governo provisório acabou com o Blog do Planalto, nós, no meu site, criamos o blog do Alvorada. Nós iremos acompanhar todas as lutas e as atividades da resistência democrática”, diz Dilma, em vídeo postado há pouco nas redes sociais.

Nas primeiras postagens do Blog do Alvorada a presidente lista 60 ações do governo Temer para relacionar com o período que ela está afastada e, consequentemente, ele está no poder. “Combater direitos, anunciar maldades e voltar atrás após a pressão da sociedade. Essa tem sido a tônica do governo interino. As propostas incluem colocar teto para os gastos em saúde e educação, enquanto distribui recursos em aumentos de salário e vacila para fazer o reajuste de programas sociais”, diz o texto, que lista os “60 principais (mal) feitos” do governo interino.

Nos pontos levantados há referência à ampliação do déficit fiscal de 2016 de R$ 96 bilhões para R$ 170,5 bilhões. Segundo a petista, o atual déficit, já aprovado no Congresso, está “superestimado” e “abre margem para “pagar a conta do golpe””.

Entre os tópicos levantados pelo blog da petista estão as extinções de alguns ministérios, como o das Mulheres e o da Controladoria-Geral da União. Dilma cita ainda a retirada do regime de urgência do pacote anticorrupção e a suspensão de concursos públicos até 2018. Além disso, acusa o governo de esvaziar os programas sociais.

A lista feita pela equipe da presidente afastada também lembra a ausência de mulheres e negros no primeiro escalão de Temer e o envolvimento de ministros do atual governo afastados por suspeita de envolvimento em corrupção. Nos primeiros 30 dias de governo Temer perdeu três ministros – Romero Jucá, Fabiano Silveira e Henrique Eduardo Alves – que pediram demissão após serem envolvidos em áudios do ex-presidente da Transpetro Sergio Machado, com indicações de que eles estariam interferindo para tentar paralisar a Operação Lava Jato.

Faça seu Comentário
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Assinado por: admin - Publicado: 13/07/2016 09:20  Atualizado em: 13/07/2016 09:20                      0 COMENTÁRIO
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Cunha diz que acionará Supremo se relatório não acolher pontos relevantes

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Direto da Redação

O deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) afirmou na noite desta terça-feira, 12, que certamente vai acionar o Supremo Tribunal Federal (STF) se o relatório sobre seu processo de cassação não acolher os pontos que apresentou em recurso na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

Questionado sobre mais um adiamento da sessão da CCJ, que será retomada amanhã de manhã, Cunha adotou um tom de quem ainda se sente presidente. O peemedebista disse que já passava das sete da noite, numa sessão que começou às 14h30. “A ordem do dia abriu tarde demais, a Casa não está trabalhando”, disse.

Discurso

Em seu discurso de mais de uma hora e meia na CCJ, Cunha finalizou falando em inconformismo com o parecer que não acatou todos os seus 16 argumentos contra o processo de cassação aprovado no Conselho de Ética. O peemedebista lamentou que o deputado Ronaldo Fonseca (PROS-DF) não concordou com o impedimento do relator no Conselho, deputado Marcos Rogério (DEM-RO), e não aceitou a reclamação de que houve aditamento no processo disciplinar.

Nos momentos finais, Cunha disse que as manobras perpetradas no processo vieram do presidente do Conselho, José Carlos Araújo (PR-BA), e sugeriu que em seu caso “vale tudo quando a gente quer exercer vingança política”. Ele pediu para que Fonseca reveja seu posicionamento e afirmou que não gostaria de recorrer ao Supremo Tribunal Federal para ver garantido seus direitos.

O peemedebista pediu que a comissão examine seu recurso do ponto de vista da legalidade processual e insistiu que seus colegas zelem pelo regimento interno. “A comissão tem que zelar para que nenhum absurdo possa ferir um direito”, declarou.

Durante todo seu discurso, Cunha ressaltou que a CCJ pode dar curso a ilegalidades que tornam todo seu processo nulo. Ele citou o caso do ex-deputado petista Professor Luizinho (SP), que quase foi cassado e depois foi absolvido pelo STF no escândalo do mensalão. “Não há como ter o mesmo processo nas duas instâncias (Câmara e STF)”, disse Cunha, enfatizando que se eventualmente for condenado no STF, a cassação seria automática.

Faça seu Comentário
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Assinado por: admin - Publicado: 13/07/2016 09:18  Atualizado em: 13/07/2016 09:18                      0 COMENTÁRIO
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Rachado, Centrão conta votos de aliados

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Direto da Redação

Com a saída de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da presidência da Câmara, o Centrão, sua principal base de apoio formada por PP, PR, PSD, PTB, PSC e partidos médios, ficou dividido nesta terça-feira e refazia as contas do número de votos que conseguiria ter nas principais candidaturas do bloco.

No mesmo momento em que o peemedebista tentava convencer integrantes da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) de votar contra a sua cassação, alguns líderes do Centrão faziam uma reunião de emergência em uma das salas da quarta secretaria. Convocado às pressas, o encontro buscava uma nova estratégia para tentar evitar um possível revés na candidatura do líder do PSD, Rogério Rosso (DF), na disputa pelo comando da Câmara.

Com apoio do Palácio do Planalto, Rosso era considerado favorito até a véspera da disputa. O clima de tensão dentro do grupo se estabeleceu, contudo, após o lançamento oficial pelo PMDB do deputado Marcelo Castro no páreo. Com lápis e papel na mão, alguns integrantes do Centrão apontavam, até o final da tarde de ontem, para uma possível derrota de Rosso.

De acordo com um dois líderes do Centrão ouvidos pelo Estado, Rosso tinha naquele momento cerca de 140 votos contra 150 de Castro. Na véspera, o candidato do PSD liderava as projeções.

Um dos motivos apontados para Rosso não estar à frente foi a falta de um “comandante” que pudesse segurar o número de candidaturas registradas por integrantes do grupo. “Acabou o Centrão. Temos hoje oito candidatos. Que sinal vamos dar para o plenário?”, desabafou um deles.

A divisão deve fortalecer o ex-ministro da Saúde Marcelo Castro, que não conta com apoio do Palácio do Planalto, mas deve angariar votos do PT, PC do B e PDT, em razão de ter sido contra o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.

Também não está descartado o apoio ao peemedebista de integrantes da antiga oposição (PSDB, DEM e PPS), que veem numa derrota do Centrão uma possibilidade de se viabilizarem na disputa de 2017, quando estará em jogo um mandato de dois anos à frente da Câmara.

O PSDB, por exemplo, tem costurado apoio agora para receber respaldo a um eventual candidato no próximo ano.

Série de vitórias

Caso seja derrotado nesta quarta-feira, 13, o Centrão deverá colocar fim a um histórico de vitórias dentro da Casa. O grupo foi formulado por Eduardo Cunha na disputa pela presidência da Câmara, realizada em fevereiro de 2015.

Na ocasião, Cunha venceu com quase o dobro de votos o candidato do governo Dilma, Arlindo Chinaglia (PT-SP).

À época, o placar foi de 267 votos para Cunha, 136 para Chinaglia e 100 para Julio Delgado, o terceiro colocado.

O potencial do grupo, capitaneado pelo deputado fluminense, foi posto à prova novamente durante a votação do processo de impeachment, ocorrido em abril deste ano. Com a ajuda dos principais líderes do Centrão, Eduardo Cunha conduziu a sessão que aprovou o afastamento da petista da Presidência.

Faça seu Comentário
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Assinado por: admin - Publicado: 13/07/2016 09:14  Atualizado em: 13/07/2016 09:14                      0 COMENTÁRIO
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Pré-candidato a prefeito, Luis Fernando reúne 18 partidos para definir rumos de coligação

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Direto da Redação

????????????????????????????????????

O pré-candidato do PSDB à prefeitura de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, reuniu na noite da última segunda-feira, presidentes e lideranças de dezoito partidos que seguirão juntos numa coligação que terá o tucano como cabeça de chapa.

O objetivo do encontro foi começar as tratativas para a realização da convenção, que vai apresentar o nome de Luis Fernando como candidato, e iniciar as conversas para a formação das coligações proporcionais.

Além do PSDB, participaram do encontro presidentes e representantes do PTB, PRTB, PV, DEM, PSDC, PHS, PSD, PTC, PSC, PRB, PSL, PMB, PMN, PROS, SD, PCdoB e PEN.

José Malheiros, presidente do Diretório Executivo do PCdoB de São José de Ribamar, reconheceu a importância do encontro para consolidação das alianças partidárias e elogiou a forma democrática do pré-candidato a prefeito, Luis Fernando Silva, ao reunir os presidentes dos partidos para iniciar as tratativas da convenção. “É muito importante momentos como este para ajustarmos os nossos objetivos”, disse o comunista.

Para o presidente do DEM, vereador Antonio Augusto, todos estão unidos num só propósito: “eleger Luis Fernando e o maior número de vereadores da base aliada”.

Faça seu Comentário
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Assinado por: admin - Publicado: 06/07/2016 11:44  Atualizado em: 06/07/2016 11:55                      0 COMENTÁRIO
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

CÂMARA DE VEREADORES: Casa do Povo ou apenas mais uma forma de extorsão aos prefeitos?

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Direto da Redação

Por João Silva

20042016111858camara-municipalÀs vezes muitos se perguntam e não entende o que leva o vereador que se diz oposição desde o início, até mesmo antes da eleição e depois que se elege, não mantém sua posição e acaba vendendo seu grupo em prol de melhorias, acordos e ajudas pessoais.

Há que diga que os maiores causadores de problemas são os próprios legisladores que deveriam lutar em favor da comunidade não faz, o que se ver nas maiorias das câmaras é uma verdadeira dança de cadeiras e um bando de oportunistas que se transvestem de legisladores para colocar um parente, uma esposa, negocia uma secretaria e por ai vai, e no fim quem sofre é o povo.

Agora uma pergunta é certa, para que mesmo serve uma câmara? Já que não sabemos para que serve o papel do vereador, já que nunca se ver um trabalhar e quando é procurado por sua base, “nunca tem e nunca pode”, temos que rever esse conceito, pois o que se ver na realidade são secretarias loteadas iguais capitaneas heriditárias  dentro de partidos e acordos aonde o prefeito fica refém de vereadores, quando se mexe em sua secretaria o que antes era bom passar ser a pior pessoa do mundo, pois so sabe a dor quando seu calo aperta.

Vamos analisar e mostrar a realidade dos fatos, caso isso ocorra em algumas cidades, a matéria é de cunho informativo e é de mero instrumento para informar.

Faça seu Comentário
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Assinado por: admin - Publicado: 02/07/2016 08:15  Atualizado em: 02/07/2016 14:40                      0 COMENTÁRIO
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PAÇO DO LUMIAR: Câmara, órgão que vai contra a todos os preceitos da constituição e moralidade.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Direto da Redação

camara1Por João Silva

Muitos não sabem diferenciar para que serve realmente uma câmara de vereadores, pois bem, o blog se sentiu no dever de esclarecer a população que só tem aquele conceito básico e arcaico do sentido da palavra câmara de vereadores, podemos afirmar que muitos ainda lembram apenas daquele conceito repassado nos anos 80, quando estudaram uma das mais importantes matérias retirada da grade curricular escolar, estou falando da Moral e cívica.

A câmara de vereadores foi o primeiro poder instituído no Brasil, esse conceito vem desde o tempo de capitanias hereditárias, as câmaras naquele período serviam para criar e aplicar as leis da época dentro de cada capitania, com o tempo surgiu a necessidade de uma outra figura executora daquelas leis, mas o conceito de câmara, basicamente é criar e fiscalizar leis, coisa que nos tempos de hoje em pleno século XXI, não acontece dessa forma.

Pois bem retornando a esse pequeno município, podemos afirmar categoricamente que a maioria dos seus parlamentares não sabem sequer o significado da palavra “parlare”. Parlare, vem do italiano e significa conversar, coisa que não se ver a muito tempo no parlamento municipal, pois cada um defende o seu interesse e não o do povo.

Diante dessa balburdia, o que se ver são 15 (quinze) vereadores, desordenado, sem liderança brincando com o bem-estar do povo, à frente da casa – se é que se pode chamar aquilo de casa – temo a figura de um presidente fraco, inoperante que não tem as rédeas da casa, isso mesmo, ali temos em todas as seções, quebra de decoro parlamentar, vereadores se xingando e nada é feito pela aquela mesa diretora, achamos que alguém ou alguns tem o rabo preso na mão de alguém e não toma providências.

Vale ressaltar que naquele parlamento, temos vereadores cassados, temos vereadores investigados pela polícia federal com bens bloqueados, temos vereadores calangos só balançam a cabeça, temos os vereadores ninjas, aqueles que quando se procura já sumiu e temos vereadores que deveriam ser cassados por falta, isso mesmo, tem um que durante um mês se comparecer em 10% das seções ele bateu o recorde.

A intenção do blog é alertar para esses quinze vereadores que ali estão brigando para não largar o osso, fique atento, outubro está chegando e com ele esses lobos em pele de cordeiro e coitadinhos que querem mais uma vez ludibriar você eleitor.

Faça seu Comentário
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Assinado por: admin - Publicado: 01/07/2016 19:07  Atualizado em: 01/07/2016 19:34                      0 COMENTÁRIO
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

DESESPERO: Blogueiros “alienados”, ligado a Flávio Dino, tentam de todas as formas denegrir a postura de Wellington do Curso.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Direto da Redação

Por João Silva

Em uma tática deplorável, fajuta e inescrupulosa, blogueiros “alienados”, tipo veículos de concessionária, atacam Wellington do Curso (PP) devido sua subida imaginável nas pesquisas do próximo pleito que se aproxima em outubro.

É notório o desespero por parte do palácio dos leões, pois devido ao desgaste irreversível de Edivaldo Holanda (PTC), essa semana que se passou, o jovem parlamentar de conduta inabalável e posição, sofreu vários ataques oriundos desses profissionais ligado ao governador, conduta esta repudiada por alguns colegas que não veem a necessidade te tal ação contra o parlamentar, vale ressaltar que ele tem se destaca perante a sociedade e não tem medo de enfrentar quais quer situação para o bem-estar do próximo.

Ao que parece os ataques partiram após uma entrevista concedida a TV Guará, no programa o Avesso dirigido pelo jornalista Américo Azevedo, a emissora é diretamente ligada ao governo, pois uma boa parte de seus profissionais estão lotados em setores ligados ao governo, situação que não vem ao caso nesse momento. Podemos destacar que muitos ataques tentam de certa forma ligar a imagem Wellington a praticas das velhas políticas de antigamente, vale ressaltar que jovem pré-candidato obteve uma votação muito expressiva que o conduziu ao parlamento estadual sem sequer ter o apoio do governo, ou do governador eleito.

Há quem diga que a candidatura de Wellington esteja indo para o espaço e que o mesmo não saíra candidato e será rifado no início, antes mesmo das convenções, porém entramos em contato com o deputado que nos repassou: “Não, se trata de factoides, tentam macular minha imagem a fatos que não condizem com minha postura, pois o desespero está batendo a sua porta, torno a reafirma meu compromisso com São Luís, não abrirei mão da minha candidatura por nada, a cidade merece respeito e muito mais. ”, disse Wellington em retorno ao nosso contato.

Com isso teremos uma terceira via para decidirmos o futuro da capital do Maranhão.

 

Faça seu Comentário
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Assinado por: admin - Publicado: 24/06/2016 07:34  Atualizado em: 24/06/2016 07:34                      0 COMENTÁRIO
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nomes dos alvos de pedidos de prisão na Operação Custo Brasil é divulgada

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Direto da Redação

A Polícia Federal divulgou nesta quinta, 23, os nomes dos alvos de pedidos de prisão no âmbito da Operação Custo Brasil, que investiga um esquema de corrupção que teria desviado R$ 100 milhões de contratos de tecnologia do Ministério do Planejamento. A operação é um desdobramento da 18ª fase da Lava Jato, a Pixuleco II, cuja investigação foi remetida à Justiça Federal em São Paulo.

Além de Paulo Bernardo, ex-titular da pasta que foi preso nesta manhã em Brasília, e do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, que já está detido em Curitiba por causa de envolvimento com a Lava Jato, foram alvos:

– Daisson Portanova

– Dércio Guedes de Souza

– Emanuel Dantas

– Guilherme de Sales Gonçalves

– Joaquim José Maranhão Câmara

– Nelson Luiz Oliveira Freitas

– Paulo Adalberto Alves Ferreira

– Valter Correa da Silva (já está na PF em São Paulo)

– Washington Luiz Viana (já está na PF em São Paulo)

A PF não discriminou, no entanto, quais desses alvos estariam presos, além de Bernardo, Vaccari, Valter Correia e Washington Luiz. Dois mandados de prisão não foram cumpridos porque as pessoas não foram localizadas.

Faça seu Comentário
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Assinado por: admin - Publicado: 24/06/2016 07:17  Atualizado em: 24/06/2016 07:17                      0 COMENTÁRIO
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Há dois anos Edvaldo mentia e ludibriava a população de São Luís na Cidade Operaria.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Direto da Redação

Por João Silva

edivaldo-holanda-junior-e1441200359588Exatamente no dia 08 de fevereiro de 2014, o então prefeito da cidade de São Luís iniciou sua gestão desastrosa mentindo a população da capital, parece brincadeira, mas tivemos acesso ao vídeo de lançamento da pedra fundamental que está vagando no YouTube com apenas 67 visualizações.

Em uma pesquisa no site do Brasil Carinhoso, descobrimos que já foi repassado mais de R$ 3,5 mi, o que nos chama atenção é que o caso já foi denunciado várias vezes na assembleia legislativa, protocolada denúncia no MPF e nada até o momento, foi feito. A lançamento da pedra fundamental, diga-se de passagem, foi um evento de grande magnitude, chegou até parecer uma inauguração no local e hoje não passa de uma lápide de que ali um dia iria ser construída uma creche para atender a população da Cidade Operária.

A pergunta é, onde foi parar o dinheiro repassado a prefeitura para início da obra? Qual destino tomado para esse recuso federal? Perguntas desse tipo continuam sem respostas e a população sofrendo com falta de creches, escolas sucateadas, escolas fechadas, escolas que ainda não iniciaram o ano letivo, esse é compromisso de Edvaldo com a população de São Luís.

A seguir assista o vídeo de 2 anos atrás e veja o compromisso de Edvaldo com a população da capital.

Faça seu Comentário