segunda-feira, 26 de setembro de 2016
RAPOSA: Há quem ache que uma população sofrida é massa de manobra, idiota, tola e sem instrução alguma, a quem brinque com o sentimento de esperança do povo achando que chegando de paraquedas na cidade e fazendo uma graça aqui e outra ali, se acha o salvador da pátria.

Se julgando o salvador, deixando seu nome à disposição do povo, e chegando de forma misteriosa na cidade, acha que por ser uma cidade pequena, com um eleitorado razoável e um achando que o povo é besta pode chegar ontem e sentar na janela.

Existe um candidato no município, que se mudou a exatamente três meses para um condomínio na cidade, diz conhecer a atual situação da mesma e se tornou o “Sasá Mutema”, o que ele não lembra é que a população está cheia desse tipo de político, que nem residência fixa tem no município e logo após as eleições, em prazo de no mínimo dois meses, vão embora e abandonam o povo do mesmo jeito que encontrou.

Esse tipo de político, tem em todos os locais e em Raposa não é diferente, há quem diga que a vinda dele foi por cima, ou seja, foi imposta pelo alto escalão do seu partido, e com isso alguns candidatos a vereadores aliados que também não tem residência fixa no município diz que tudo se resolve na base do dinheiro, chegou a falar que em eleições passadas, candidatos não foram eleitos porque não quiseram ajuda financeira. Políticos assim tratam o povo como mercadoria, analise bem em quem votar, pois quatro segundos passam rápido, porém quatro anos demora muito.


Cuidado com os paraquedistas.

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquisar este blog

Latest News